Após recuperação judicial, ex-líder PDG luta para voltar a construir

Sem lançar novos empreendimentos desde 2015, empresa que já foi a maior do mercado brasileiro agora terá como foco a cidade de São Paulo e municípios próximos Poucas horas depois de ser anunciada a derrocada da Evergrande, a segunda maior incorporadora da China, por aqui a brasileira PDG anunciava o fim de um longo processo de recuperação judicial. Em severa crise financeira, a ex-líder do mercado imobiliário brasileiro, que chegou a ter 300 canteiros de obras simultâneos, não lança um novo empreendimento desde 2015. A esperança de retorno se dá em patamares bem mais modestos: a nova PDG está tateando o mercado para lançar um novo prédio no bairro do Tatuapé, em São Paulo. Fonte: Terra Clique aqui e leia a matéria na íntegra.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo